quinta-feira, 19 de maio de 2011

A Partícula de Deus

A partícula de Deus seria teoricamente uma fração do átomo que daria massa ao mesmo, ela na realidade ainda não foi comprovada pela ciência, apenas se especula que ela exista, para entender melhor, sem dificultar seu entendimento (afinal ninguém é obrigado a ser físico para poder entender o que a ciência busca para explicar as nossas origens), vamos explicar em que se baseia esta teoria:
 Antigamente se acreditava que o átomo seria a menor subdivisão da matéria, até descobrir que este mesmo poderia ser sub-dividido em mais 16 partes, e dai surgiu a Física Quântica, que estuda justamente estas subdivisões, porém estas partículas ainda possuem massa, ou seja, alguma coisa nelas atribui a sua massa, então Peter Higgs elaborou mais claramente a teoria sobre sua existência, explicando o porque de ele provavelmente existir, e explicar porque que mesmo as subdivisões do átomo ainda possuem massa. Desde então esta partícula foi chamada de Bóson de Higgs em homenagem ao Peter Higgs, e de lá pra cá os cientistas não tem medido esforços (e nem orçamentos) para encontrá-la e provar sua existência física.

 Atualmente o CERNE é o instituto responsável por sua detecção, para isso foi construído o maior acelerador nuclear do mundo o LHC, um enorme túnel de 27km que poderia teoricamente detectar sua existência.
 Porque chamar esta partícula de "Partícula de Deus", Peter Higgs mesmo não gosta deste título, pois meche muito com sentimentos da humanidade, porém esta partícula daria massa ao que constitui a matéria, ou seja ela estaria presente em absolutamente tudo o que existe, e ainda mais, seria a responsável pela existência desta matéria(indiretamente, pela existência da vida).
 Vários boatos já surgiram, inclusive de que esta partícula já teria sido descoberta, porém a CERNE preferiu não divulgar, e com isso varias teorias conspiratórias surgiram, porém, pelo menos oficialmente esta partícula ainda é apenas teórica.
 Porque de tantos medos e teorias conspiratórias?
 Bem simples, qualquer pessoa com um pouco de imaginação, se refletir dez minutos sobre o assunto, vai começar a se assustar, se esta partícula pode atribuir massa a matéria, ela também pode formar por exemplo formar a anti-matéria, que por definição anularia a matéria, nós ou nosso universo pra ser mais abrangente, é constituído de matéria, imaginem o poder que esta partícula teria.
 Outra possibilidade seria a criação de buracos negros, que possui a capacidade de sugar a energia a seu redor e somá-la a sua constituição, um simples buraco negro poderia devorar o planeta todo, e não se sabe se ele ficaria apenas por ai.
 Ou até mesmo produzir qualquer tipo de matéria a partir do nada(pela ciência não se pode criar coisa alguma partindo do nada), como também transformar as matérias existentes no que tiver vontade.
 Não querendo usar como referencia, porém apenas para ilustrar como exemplo, um membro do Projeto Camellot jura que viu uma experiência militar que se criava energia do nada, ou melhor, sem qualquer tipo de dispositivo como geradores ou baterias, se esta partícula já tivesse sido descoberta pela CERNE, este relato teria sim muito fundamento
 Vale lembrar que o não passam de teorias, que apenas seria possível se esta partícula fosse além de descoberta,  a ciência conseguisse manipular esta partícula com facilidade.
 Para o conforto geral, o mundo quântico é muito complexo, e sua manipulação pelo menos neste momento não é possível.
 A física quântica esta apenas engatinhando, não que seja pelo fato de ser um campo novo da física, e sim por ser um campo complexo e as vezes sem lógica alguma, cada nova pesquisa surgem mais dúvidas que respostas, leva a um novo conceito que derrubam conceitos antigos, e portanto, cai em descrédito
"Deus não joga dados" - Albert Einstein sobre a física quântica
 Esta frase de Einstein é muito curiosa, pois mostra que ou ele acreditava em Deus, ou não queria derrubar o conceito e criar uma grande desordem mundial, com escalas sem precedentes.
 Mas o que Einstein quis dizer era referente a instabilidade que estas partículas possuem, elas a principio parecem ter uma vontade própria, elas não reagem da mesma forma, e apenas o fato de a visualizar muda suas características, ou seja, ela seria uma loteria, e foi este o ponto que Einstein quis refutar.
 Algumas lendas sobre grandes cientistas como Einstein, ou Darwin dizem que eles próximos de sua morte passaram a crer a na existência de Deus, sempre houve estes tipos de boatos, que para a religião cai como um "eu não avisei?", mais antes de mais nada é improvável que por exemplo, Einstein moribundo e se vendo morrer em uma cama, estivesse por exemplo rezando um pai-nosso, o mesmo vale pra Darwin ou Sagan.
 Porem alguns estudos mostram que ateus, quando se deparam com a morte, seu subconsciente tenta explicar a lógica e reconfortar a consciência, como não existe nenhuma lógica em deixar de existir, a religião se torna um porto seguro para um barco naufragando, não que isto seja uma regra, porém é sim uma possibilidade, como não é possível perguntar a Einstein qual foi seu ultimo pensamento antes de morrer, vamos continuar na dúvida.
 Continuando com a partícula, uma outra grande questão é de que ela poderia confirmar ou negar a própria existência de Deus?
 Para a ciência, a prova da existência de Deus seria tecnicamente muito simples, bastaria uma prova, mesmo que mínima de que tudo foi projetado e não criado por acaso, ou seja pela desordem, a mesma criticada por Einstein, esta partícula, a principio poderia mostrar se a matéria ganha massa de forma ordenada ou aleatória, e talvez, se aprofundando ao assunto, tentar definir a existência de Deus.
 Alguns afirmam justamente o contrario, que o caos é que comprovaria a existência de Deus, pois o caos não teria como produzir tudo o que existe no universo e permanecer estável(Stephen Hawking é um que diz que é possível o universo ser formado apenas com reações esporádicas, sem qualquer tipo de manipulação e mesmo assim chegar até onde chegou), seguindo esta linha, o caos encontrado na física quantica seria a "vontade de Deus" e por isso ela parece uma loteria, ou até mesmo ter vontade própria.
 Ainda percorrendo as curiosidades do mundo quântico, temos ainda outros relatos importantes, um grupo de cientistas separou duas partículas da mesma matéria por uma grande distancia, ao manipular uma, a outra respondia da mesma forma, apesar de ser uma resposta aleatória, era a mesma, e pra grande surpresa, essa resposta não estava relacionada a distancia a distancia ao que parece, não exerce qualquer tipo de barreira, quando esta reação foi descoberta(para a ciência, trata-se de um conceito chamado emaranhado quântico), acreditaram terem descoberto algo que estava acima da velocidade da luz, porém um pouco depois entenderam que a luz não seria uma barreira, pois sua velocidade limita a velocidade máxima da matéria, como estas partículas ainda não constituíram a matéria, ela não ficaria presa a este limite, algumas teorias a respeito diz até de que a velocidade da luz na realidade seria sua velocidade inicial, algo muito bizarro, e também novo, passível de fácil contestação, porém algo neste nível seria por exemplo o principio da UNIPRESENÇA, um passo a mais para tentar ou não confirmar a existência de Deus.


 Uma aplicação para este principio seria por exemplo a transmissão de dados, dai surgiram o desenvolvimento de computadores quânticos, que teriam uma capacidade de processamento infinitamente superior aos convencionais, e a transmissão de dados seria instantânea, não importando a distancia, então surgiram as teorias de usar o mesmo principio não apenas para transmitir dados, mas sim matéria, e quem sabe em algum dia a SUA matéria, teoricamente seria possível você levantar cedo, ir trabalhar na China, ter uma reunião na Austrália, e em seguida ir almoçar na França, e quem sabe, passar as férias em Marte(fundamento que tornaria os "StarGates" possíveis), não existiria barreiras.
 Mais uma experiência interessante e curiosa sobre o mundo quântico se deu nos Estados Unidos, antes de teorias quânticas, em 1920, um cientista pediu autorização para colocar balanças em leitos de um hospital em pacientes em estado terminal, o objetivo seria pesar a alma, e o resultado foi incrível, em todos os pacientes que faleceram, ouve perda, o primeiro perdeu 21 gramas, o peso variou de um paciente para o outro, porém algumas teorias dizem que esta variação se deve ao ar também possuir peso, portanto, esta diferença seria referente a quantidade de ar ainda presa nos pulmões, nos tempos modernos, já com o mundo quântico acreditou-se que a alma seria composta de fótons, e estes fótons agrupados pesariam as 21 gramas(para o mundo quântico, 21 gramas de fótons é um como uma galáxia comprimida em uma pequena caixa de fósforos).

 Aqui o link da matéria publicada na revista Superinteressante:
 http://super.abril.com.br/ciencia/peso-alma-444387.shtml

 Vale lembrar que tudo isso é apenas teórico, e quase nada pode ser confirmado, até porque a natureza deste mundo é totalmente aleatória, por isso da dificuldade extrema em tentar estudar, ou de elaborar novos conceitos, já que qualquer coisa dita sobre o mundo quântico é capas de mudar toda a existência, não apenas a nossa, mas de tudo que existe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO:
Lembre-se que você é o responsavel pelos seus comentários.
Não permitimos:
Ofensas ou discriminação de qualquer tipo.
Comentários que o assunto não seja relacionado ao tema proposto.
Caso infrinja algum do critérios, poderá ter seu comentário excluído sem aviso prévio.